Balanced Scorecard

Definição de Balanced Scorecard

No Comments Certificação,Educação & Formação,Liderança,Qualidade,Sistemas de Gestão

O Balanced Scorecard (BSC) é uma ferramenta de planeamento estratégico, de gestão e de suporte à decisão, criada em 1992, na Harvard Business School, pelo professor Robert Kaplan e pelo consultor David Norton, com o objetivo de avaliar e medir o desempenho de uma organização através de objetivos e indicadores mensuráveis e qualificáveis, e organizados em 4 perspetivas (Financeira, Clientes, Processos Internos e Aprendizagem e Crescimento).

No que consiste o Balanced Scorecard

Balanced Scorecard

 

O conceito de BSC pode ser resumido como sendo uma metodologia de reporte único, que contém indicadores de desempenho financeiro e não-financeiro, nas quatro perspetivas de gestão acima identificadas, que são reveladores de como a estratégia da organização está a ser cumprida.

O seu principal objetivo é alcançar o alinhamento (“balanceamento”) entre o planeamento estratégico e as atividades operacionais da organização, traduzindo a sua missão e estratégia em objetivos e indicadores. Assim, é importante saber Como Definir os Valores da Sua Organização.

Esta metodologia levou as organizações a refletirem sobre as suas preocupações estratégicas, mudando o enfoque na produção (década de oitenta) para a qualidade dos produtos e serviços prestados, vertente que passou a ser crítica para o negócio a partir da década de noventa.

O BSC indica a todos os acionistas, colaboradores, e clientes, entre outras partes interessadas, o que a organização pretende alcançar.

 

Componentes do Balanced Scorecard

1 – Mapa Estratégico – Descreve a estratégia da organização através de objetivos relacionados entre si e distribuídos pelas 4 perspetivas;

2 – Objetivo Estratégico – O que deve ser alcançado e o que é crítico para o sucesso da organização;

3 – Indicador – Como será medido e acompanhado o sucesso do objetivo. Qualquer indicador deverá ser: claro, de fácil acesso, coerente com os fins estabelecidos e com a visão, estar disponível para a tomada de decisão, ter a unidade de medida corretamente definida, ter um responsável designado para o controlar e sobre ele atuar, ser claro para toda a organização e estar ligado aos objetivos estratégicos.

4 – Meta – Definição do objetivo a alcançar em termos quantitativos.

Perspetivas

1 – Financeira – Criar novos indicadores de desempenho para que os acionistas possam ter melhor rentabilidade dos seus investimentos.

2 – Clientes – Saber qual o grau de satisfação dos seus clientes com a sua organização.

3 – Processos Internos – Identificar se há problemas com os seus produtos e/ou serviços, se foram entregues no tempo previsto e se está a ser contemplada a inovação e melhoria no desenvolvimento dos mesmos e dos processos internos.

Como Implementar uma Abordagem por Processos na Sua Organização é um artigo útil para compreender melhor este ponto.

4 – Aprendizagem e Crescimento – Manter a organização capacitada por meio de investimento em novos equipamentos, investigação e desenvolvimento, sistemas de suporte ás operações e em recursos humanos.

A junção de todos estes fatores fará da sua organização uma organização mais equilibrada e vocacionada para o crescimento. Uma boa forma de se relacionar melhor com esta ferramenta e sentir-se seguro para preparar a sua integração será aprofundar os seus conhecimentos através de uma formação em Balanced Scorecard.

Veja a nossa oferta formativa para o Balanced Scorecard e conheça o conteúdo programático: FORMAÇÃO APCER – BALANCED SCORECARD

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *